Câmara de Lambari cassa mandato da prefeita

A Câmara de Vereadores de Lambari, no Sul de Minas Gerais, cassou nesta quinta-feira, por sete votos atrês, o mandato da prefeita Neli Fernandes Mascarenhas, suspeita de irregularidades na construção da policlínica da cidade. De acordo com o presidente da Câmara, Márcio Antônio Leo, o prédio deveria ter dois andares, conforme a licitação pública,mas tem apenas um. Há suspeita ainda de superfaturamento da obra. A prefeita afastada está em Belo Horizonte, onde foi recorrer da decisão no Tribunal de Justiça. O vice-prefeito, Célio Pereira, assume o cargo em cerimônia que acontece nesta sexta-feira (16), às 14h, na Câmara. Asinformações são do site EPTV.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.