Câmara de São Paulo discute nova taxa: a dos elevadores

Um projeto em tramitação na Câmara Municipal pode instituir mais uma taxa para moradores ou pessoas que trabalham em prédios: a taxa de fiscalização de elevadores. A proposta está sendo analisada pelas comissões permanentes da Casa, mas ainda não há previsão para ser enviada a plenário.O projeto foi proposto no ano passado pelo ex-líder do governo na Câmara, o deputado federal José Mentor (PT-SP). No caso, os elevadores da cidade seriam fiscalizados por empresas particulares cadastradas pela Prefeitura. A conta do serviço seria arcada com a taxa, paga pelos condôminos. Para os prédios residenciais, a cobrança seria anual. No caso dos comerciais, semestral.Atualmente, a fiscalização de elevadores é feita pela Secretaria Municipal da Habitação (Sehab). Entretanto, o número de funcionários é insuficiente para inspecionar os cerca de 85 mil elevadores da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.