Câmara de SP aprova multa para quem lavar carro ou calçada

Lavar a calçada ou o carro, antigo hábito de qualquer paulistano, pode começar a sair caro. A Câmara aprovou nesta terça-feira, em segunda votação, projeto que estipula multa de R$ 100,00 para quem desperdiçar água. A medida vale para os que não prestarem atenção em vazamentos ou mantiverem torneiras abertas sem necessidade. Segundo o autor da proposta, Ricardo Montoro (PSDB), o objetivo é levantar a discussão sobre a escassez dos recursos hídricos na cidade, mesmo que o texto seja vetado pela prefeita Marta Suplicy (PT). Montoro disse que detalhes, como a fiscalização da lei, cabem ao Executivo. "Cada subprefeitura poderia ter um fiscal." O próprio parlamentar, porém, confundiu-se quanto ao rigor do texto aprovado. Onde termina, por exemplo, o direito da pessoa de manter seu carro limpo? "Pode lavar com pouca água e passar um pano limpo", respondeu. Segundo ele, o mesmo vale para as calçadas. A multa da água foi um dos 21 projetos aprovados ontem. Outra proposta que deve provocar polêmica é a que reserva até 20% de vagas nos concursos públicos para pessoas com mais de 40 anos, que também depende de sanção da prefeita. "No Brasil, quem passa dos 40 anos não consegue emprego", justificou seu autor, Carlos Apolinário (PDT).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.