Câmara de SP economiza R$ 1 milhão

A Mesa Diretora da Câmara Municipal conseguiu na última semana economizar R$ 1 milhão. Cerca de R$ 400 mil resultaram do corte da verba honorária de 36 funcionários e R$ 600 mil foram poupados na compra de equipamentos de informática em pregão. Até o fim do ano, haverá corte dos supersalários dos assessores jurídicos e de funcionários aposentados. ?Cada um desses 36 funcionários da ativa teve um corte médio de R$ 12 mil em seus vencimentos. Ainda espero pelos valores dos aposentados, que também devem gerar uma economia grande?, explica o segundo vice-presidente da Câmara, vereador Cláudio Fonseca (PC do B). Segundo ele, a intenção da Mesa Diretora é que o maior salário da Câmara seja igual ao da prefeita Marta Suplicy ? R$ 9,5 mil ?, pois ainda há funcionários na Câmara que recebem até R$ 48 mil. ?Os altos salários são fruto de uma estrutura cheia de casuísmos?, diz Fonseca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.