Câmara do Rio declara Bush persona non grata

A Câmara Municipal do Rio declarou persona non grata o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush. A proposta foi apresentada pelo vereador Fernando Gusmão, do PC do B, e aprovada por unanimidade nesta quarta-feira."Bush está sendo orientado por seu vice, que foi vice também da empresa petrolífera Halliburton, e está fazendo tudo à revelia da Organização das Nações Unidas, ignorando com sua absurda agressão ao Iraque todas as manifestações de repúdio domundo inteiro. Isto é inaceitável e devemos deixar expressa nossa profunda indignação", afirmou Gusmão.De acordo com o vereador, a declaração não proibe que Bush visite a cidade, mas impede que receba honras típicas de um chefe de Estado, como, por exemplo, as habituais sessões solenese condecorações. Uma cópia da decisão será enviada à Embaixada dos Estados Unidos em Brasília. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.