Câmara investiga vereadores em Barrinha

INVESTIGAÇÃO

, O Estado de S.Paulo

12 de maio de 2010 | 00h00

A Câmara de Barrinha (SP) instalou anteontem duas Comissões Especiais de Inquérito para investigar as denúncias de corrupção na Casa. Cinco vereadores são suspeitos de participar de um esquema para mudar as regras de instalação de postos de combustíveis na cidade. Um comerciante gravou uma conversa em que o vereador Carlos Alexandre Alves Borges (PTB) diz que o presidente da Câmara, Antonio Kinoshita (PMDB) teria recebido R$ 45 mil para aprovar as mudanças. Todos negam as acusações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.