Câmaras filmam assassinato de motoboy em SP

O motoboy Marciel Gonçalves de Oliveira, de 20 anos, foi executado na madrugada desta quarta-feira, com vários tiros à queima-roupa, quando abastecia a moto num posto de gasolina da Avenida Julio Buono, 948, Vila Gustavo, na zona norte de São Paulo.O crime foi filmado pelo circuito interno do estabelecimento e, duas horas depois, a polícia prendeu em flagrante um dos dois autores do homicídio, o retilinista Márcio do Nascimento Santana, de 23.O comparsa dele Adaílton da Silva Bandeira, de 18, está foragido. De acordo com o delegado titular do 39º Distrito Policial, de Vila Gustavo, João Lopes da Silva Neto, o crime foi cometido por motivo fútil.Os três homens foram filmados discutindo. "O estopim foi o tapa no rosto de Santana dado pelo motoboy", disse o delegado. Os dois sacaram as armas calibre 38 e efetuaram vários tiros contra Oliveira e, em seguida, fugiram. O motoboy chegou a ser levado ao Pronto-Socorro do Jaçanã, onde morreu. Os dois autores do crime moram juntos na Rua Adelaide Boschetti, no mesmo bairro. No momento da chegada da polícia, apenas Santana encontrava-se em casa.As duas armas com numeração raspada foram encontradas no berço de um dos três filhos dele."Os dois moravam juntos. Não sabemos ainda se eram ou não parentes", explicou o delegado Silva Neto. Santana e o amigo não tinham antecedentes criminais. Pelo assassinato, ambos poderão pegar até 30 anos de reclusão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.