AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Camelôs de SP vão ocupar bolsão no Jabaquara

A Administração Regional do Jabaquara começa amanhã a disciplinar o comércio ambulante na região, concentrando os camelôs em bolsões. Com o apoio da Guarda Civil Metropolitana, os espaços que abrigarão as barracas de 174 dos 580 ambulantes cadastrados serão demarcados no entorno das Estações Conceição e Jabaquara do Metrô. A partir de quinta-feira, serão criados outros 163 pontos nas Avenidas Santa Catarina, George Corbisier e outros locais.Dos camelôs cadastrados, 243 vão ficar sem ponto - sem contar os que, por qualquer motivo, deixaram de se cadastrar na regional. "Reconheço que vai haver alguns descontentes, mas a experiência foi discutida exaustivamente com todos", diz o administrador regional Odilon Guedes."Mas é preciso manter a qualidade de vida da população e os espaços com grande fluxo de pedestres precisam ser imediatamente disciplinados para a segurança do cidadão." Guedes diz que o problema do comércio ambulante não tem fim e nos próximos meses o número de camelôs deverá aumentar. "A política econômica e o racionamento de energia vão contribuir para o aumento do desemprego, obrigando essas pessoas a ir para o comércio informal."Os espaços terão de 1,20 metro por 1 metro e serão distribuídos da seguinte forma: amanhã, 30 pontos na frente do Banco Itaú ao lado da Estação Conceição; terça-feira, 76 na frente do "Prédio do Aço", do outro lado da estação e, na quarta-feira, 68 na Estação Jabaquara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.