Camelôs entram em confronto com GCM no centro de SP

Uma operação de retirada de barracas irregulares na Ladeira da Memória, na região do Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, terminou em confronto entre camelôs e guardas civis metropolitanos (GCMs) na manhã desta quarta-feira, 4. Até as 13h30, não havia confirmações de feridos. Um membro da Associação dos Camelôs, Alexandre de Almeida, foi preso. De acordo com o presidente da Associação dos Camelôs do Estado de São Paulo, José Artur Aguiar, a confusão começou pós o início da operação. Segundo ele, os guardas chegaram por volta das 8 horas com a ordem de retirar as 225 bancas irregulares do local e da região. Os vendedores ambulantes se revoltaram porque não tiveram como recuperar seus bens. Por volta das 12h30, houve novamente um confronto entre os camelôs e a GCM.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.