Caminho livre para extradição de Gloria Trevi

Gloria Trevi pode ser extraditada a qualquer momento. O Diário Oficial de hoje traz a definição do governo sobre o caso: o ministro da Justiça negou o pedido de reconsideração para que a cantora mexicana presa no Brasil ficasse no País como refugiada política, decisão que abre caminho para sua extradição. A cantora está presa em uma delegacia de Brasília e, segundo o ministro da Justiça, Paulo de Tarso Ramos, não tem direito de ficar no País como refugiada. Isso confirma uma decisão anterior do Conselho de Refugiados do Ministério da Justiça.No México, Gloria Trevi, que teve um filho no Brasil enquanto ficou na prisão, é acusada de corrupção de menores. Ela só escapa da extradição se o governo mexicano desistir do processo.

Agencia Estado,

14 de novembro de 2002 | 08h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.