Fabio Scremin/APPA
Fabio Scremin/APPA

Caminhões sujos não poderão trafegar na área portuária em Paranaguá

Veículos que estiverem causando vazamentos serão impedidos de fazer novos carregamentos

estadão.com.br,

02 Fevereiro 2012 | 14h40

SÃO PAULO - A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), no Paraná, inicia nesta quinta-feira, 2, uma fiscalização rigorosa de caminhões que trabalham na descarga de granéis sólidos em Paranaguá.

Todos os caminhões que deixam a área primária do cais carregados com fertilizantes e que estiverem sujos ou com avaria na carroceria, causando vazamentos, serão impedidos de fazer novos carregamentos.

A ação será feita pela Guarda Portuária da Appa e tem por objetivo obrigar operadores portuários, donos de caminhões e cooperativas a manterem seus caminhões em perfeitas condições de tráfego, evitando vazamentos.

A Appa instalou ainda jatos de ar na saída de cada berço que opera com carga de fertilizantes. Cada motorista, após o carregamento do caminhão, deve passar o jato de ar para eliminar eventuais sobras e impedir que estes acúmulos vazem ao longo das ruas. Caso exista imperfeições na carroceria será preciso fazer restauro para evitar que o caminhão seja impedido de carregar e descarregar produtos.

Mais conteúdo sobre:
portoParanaguáAppa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.