Caminhoneiro morre em tentativa de assalto na Dutra

Por não obedecer à ordem de assaltantes para encostar o caminhão que dirigia, com cargas diversas, o motorista Auro Heloi Barbosa, de 51 anos, foi baleado, na noite de sexta-feira, no Km 213 da Rodovia Presidente Dutra. Morreu quando era socorrido e o inquérito policial desta tentativa de assalto seguida de morte foi instaurado no 7º DP de Guarulhos, na Grande São Paulo.Auro dirigia o Scania LK, modelo 141, de placa NBC-1778, de Rondônia, pela Dutra, no sentido da capital. Segundo testemunhas, à altura do bairro Maria Edir, em Guarulhos, ocupantes de um auto Passat e de um Gol branco tentaram forçá-lo a parar no acostamento, mas o caminhoneiro não os obedeceu. Não se sabe ainda de qual dos veículos partiu o tiro que o atingiu.Mesmo baleado, ele seguiu ao volante por mais alguns metros e acabou parando o veículo, mas, como os estampidos chamaram a atenção de ocupantes de outros veículos que transitavam pela Dutra, os ladrões preferiram fugir a dar continuidade à ação de roubo.Policiais rodoviários federais atenderam à ocorrência e saíram à procura dos criminosos, mas não conseguiram localizá-los. Policiais militares dos batalhões de Guarulhos também vasculharam, em vão, os bairros periféricos na caça aos matadores do caminhoneiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.