Campanha de Alckmin espera doações por telefone e internet

Com dificuldades na arrecadação de dinheiro para a campanha presidencial, o candidato tucano Geraldo Alckmin vai criar um endereço na internet e um número de telefone para que as pessoas possam fazer contribuições. O comitê financeiro do PSDB entregará neste Domingo à Justiça Eleitoral o balanço de receita e despesas. "Gastamos um pouco mais do que arrecadamos", disse Alckmin neste sábado, durante visita ao sertão sergipano onde conheceu um projeto de irrigação do governo estadual, próximo ao Rio São Francisco.Alckmin ainda não estava com os números fechados, mas adiantou que a coligação PSDB-PFL teria arrecadado cerca de R$ 1,3 milhão com doações. Por outro lado, as despesas teriam ficado entre R$ 1,8 milhão. A diferença, segundo ele, ainda não represnta déficit, porque são despesas que já foram faturadas em julho, mas que têm previsão de pagamento em agosto.Ele disse que cerca de 50 mil cartas já foram expedidas para pequenos empresários e profissionais liberais e mostrou-se otimista. "Sempre tivemos boa resposta", acrescentou, ao lembrar que esse esquema foi montado, com sucesso, nas eleições do PSDB para o governo de São Paulo. O esquema de contribuição será reforçado pela internet. "Vamos orientar as pessoas para fazerem contato com o partido", disse o candidato.MicrofoneConvicto de que crescerá nas pesquisas a partir de sua exposição na televisão, Alckmin já começou a fazer o dever de casa. Neste sábado, desfilou pela feira popular da cidade de Nossa Senhora da Glória, equipado discretamente com um microfone na camisa. Com o aparelho captou som ambiente e as conversas com feirantes e populares, que podem ser usadas com as imagens nos programas de propaganda eleitoral que começam a ser exibidos no dia 15. Na próxima quinta-feira, o candidato inicia as gravações. "Vamos apresentar nossa proposta e mostrar o que já fizemos", disse, evitando dar detalhes sobre a estréia.Tanto na feira de Nossa Senhora da Glória quanto na visita a um programa de substituição de casas de taipa por alvenaria, também tocado pelo governador João Alves, Alckmin fez um intenso corpo-a-corpo, e reforçou a tese de que o nordeste precisa implementar um projeto de desenvolvimento sustentável para crescer mais que todo o País e recuperar as disparidades.Depois de conhecer a vida das famílias que trocaram as taipas para se protegerem de doenças como dengue e chagas, Alckmin embarcou em um helicóptero para Canindé de São Francisco.Na cidade que fica próximo à barragem de Xingó, o candidato ouviu uma longa exposição do governador João Alves sobre o projeto de irrigação Nova Califórnia , que atende cinco municípios e tem investimentos da ordem de US$ 184 milhões do governo estadual e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Prevê geração de 40 mil empregos e desenvolvimento de atividades econômicas com agricultura, turismo, agroindústria e pecuária intensiva.Para evitar provocações de trabalhadores do MST que estão acampados na região, Alckmin foi aconselhado a apreciar o projeto à distância, no helicóptero alugado pelo comitê nacional da campanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.