Campinas aprova castração de cães

A Câmara Municipal de Campinas aprovou anteontem em primeira votação projeto de lei que determina a castração dos cães da raça pit bull. A justificativa do projeto é "evitar a proliferação de uma raça tão feroz e violenta". No dia 25, haverá debate no plenário com representantes da sociedade civil. Em seguida, será votado novamente e, se aprovado, segue para a sanção do prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT). Do vereador Sebastião dos Santos (PMDB), o projeto prevê que a castração seja feita até 90 dias após sua aprovação. Quem descumprir a lei será multado em R$ 1.782 e tem uma semana para castrar o cão. Em caso de reincidência, a multa é dobrada. Se a situação não for regularizada, o animal poderá ser apreendido pelo Centro de Controle de Zoonoses e doado à União Protetora dos Animais. Os custos da castração ficam por conta do dono.

O Estadao de S.Paulo

07 Setembro 2012 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.