Campinas mapeia áreas carentes para definir programas sociais

O Gabinete de Gestão Emergencial de Campinas vai mapear, a partir da próxima semana, as áreas mais carentes da cidade para definir a adoção de programas sociais estaduais. De acordo com o secretário-adjunto da Secretaria Estadual de Segurança Pública e coordenador do Gabinete, Marcelo Martins de Oliveira, serão escolhidos, entre 14 programas do Estado, os mais adequados. O secretário-adjunto disse que depois de definidos os programas, o governo estadual vai repassar uma verba para o município aplicá-los. O valor ainda não foi estabelecido. Martins se reuniu ontem em Campinas com os membros do gabinete, composto por representantes das polícias estaduais, federal, da Justiça, do Exército e da sociedade civil. O grupo discutiu o regimento interno do gabinete, criado por resolução da Secretaria Estadual de Segurança Pública na semana passada, e propôs algumas atividades. "Quando você dá outras opções aos moradores carentes, como quadra de esportes e área de lazer, a incidência da criminalidade diminui significativamente", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.