Google Street View
Google Street View

Candidata morre durante teste físico de concurso para Polícia Militar no Maranhão

Informação da equipe médica é que ela sofreu um Acidente Vascular Cerebral provocado por esforço físico excessivo

Diego Emir, especial para O Estado

01 Fevereiro 2018 | 10h23

SÃO LUÍS - Uma candidata a soldado da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) morreu nesta terça-feira, 30, enquanto fazia o Teste de Aptidão Física (TAF) na segunda fase do concurso público para a PM. 

Daniele Nunes Silva, de 25 anos, que trabalhava como escrivã na Delegacia de Barra do Corda passou mal e morreu por esforço excessivo durante a realização das atividades físicas.

O TAF, etapa essencial para aprovação dos novos militares, estava sendo realizado no câmpus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). 

Daniele foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do Bacanga, mas já chegou morta ao local. A informação da equipe médica é que ela sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) provocado por esforço físico excessivo.

A Secretaria de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (Segep) manifesta profundo pesar pelo falecimento da candidata do Concurso da PMMA, Daniele Nunes da Silva e solidariza-se com familiares e amigos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.