Candidatos discutem a questão energética brasileira

O presidente da República e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva perguntou ao candidato pelo PSDB, Geraldo Alckmin, qual é sua proposta para a questão energética brasileira, durante o debate na TV Bandeirantes neste domingo.Alckmin começou a responder dizendo que Lula, em seu governo, investiu muito pouco em geração de energia. "Não tivemos investimento em geração de energia". Em seguida, o tucano afirmou que sua meta é gerar 4 mil megawatts por ano e completou dizendo que "o Brasil precisa crescer, e vai crescer, mas não tem energia" para esse crescimento.Lula alfinetou: "Alckmin parece que não estudou bem o assunto". Segundo o presidente, seu governo atingiu a auto-suficiência na produção de petróleo, além de ter produzido 13 mil megawatts.O tucano, em sua tréplica, afirmou que em quase quatro anos o governo Lula "não conseguiu licitar as hidrelétricas do Xingu e do Madeira". Segundo o tucano, tais projetos têm uma "maturação lenta", que leva, no mínimo, de três a quatro anos para ser concluído. Ele acrescentou que, se eleito, investirá "para valer" em geração de energia, inclusive termelétrica.

Agencia Estado,

08 de outubro de 2006 | 22h14

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.