Candidatos em SP devem apresentar contas nesta 3ªF

Às vésperas do encerramento do prazo legal - 19 horas desta terça-feira - para entrega da prestação de contas, quase 60% dos candidatos eleitos ou derrotados no primeiro turno em São Paulo ainda não apresentaram a documentação referente à receita, movimentação bancária e despesas de campanha.Apenas 912 políticos, de um total de 2.246 que tiveram candidatura aprovada para deputado estadual e federal, senador e governador, entregaram a prestação ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) até o fim da tarde desta segunda.Grande parte dos candidatos, principalmente de pequenos partidos, declararam não ter recebido nenhuma doação e afirmaram que não fizeram gastos. Muitos entregaram informações incompletas, sem registro de encerramento da conta e dados referentes à transferência de sobras para o partido.A Coordenadoria de Controle Interno do TRE, por meio do Setor de Análise de Contas, vai verificar os processos e enviá-los aos juízes-relatores do TRE. Dos 15 candidatos que concorreram ao cargo de governador, cinco protocolaram suas declarações: Dirceu Travesso (PSTU), Roberto Siqueira (PSL), Carlos Apolinário (PGT), Ciro Moura (PTC) e Osmar Lins, do Partido dos Aposentados da Nação (PAN).Merecedor de 3.418 votos - em um universo de 25,6 milhões de eleitores -, Lins tinha limite de gastos de R$ 10 milhões. Na demonstração das origens e aplicações dos recursos infomou ter arrecadado R$ 10,2 mil (doação da Grid Digital Produções) e garantiu ter gasto o mesmo tanto.Ao lado do número 1 do PAN, o comerciante Blota Jr. - que se diz primo-irmão do apresentador -, reclamava dos 860 votos na campanha a deputado estadual pelo PMDB. "Não gastei nada porque não arrecadei nada, não adianta ter nome famoso."Fernando Suplicy de Araújo Góes, candidato a federal pelo PPS (1.187 votos), deixou em branco o campo destinado à demonstração de recursos arrecadados. "Tive doação de papel da Companhia Suzano e um amigo meu fez 150 mil santinhos, não custou nada."

Agencia Estado,

04 de novembro de 2002 | 22h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.