Candidatos garantem Bolsa-Família, mas com modificações

O Bolsa-Família será mantido, mas terá algumas modificações. Essa foi a promessa do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, e do candidato do PDT, Cristovam Buarque. Contudo, nenhum dos candidatos explicou quais seriam estas mudanças. Cristovam Buarque disse apenas que não quer usar o programa como moeda de troca. Alckmin aproveitou a oportunidade para lembrar que o Bolsa-Família reuniu um conjunto de programas sociais que foram iniciados no governo Fernando Henrique Cardoso. Exemplo disso, segundo ele, foi o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil. "Criança não trabalha, estuda", disse.Em uma crítica velada, o tucano destacou que o que todo mundo quer é ter emprego e trabalho. "Vou manter o Bolsa-Família, regulamentar, ampliar e melhorar, mas darei o caminho da educação."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.