Cansada de apanhar, dona-de-casa mata marido em SP

A dona-de-casa Gislaine Aparecida Pin, de 37 anos, está presa desde as 22h30 de terça-feira, após matar o marido, o vigilante Antonio Carlos Cavalcante, de 43 anos. O crime ocorreu na residência do casal, na zona leste de São Paulo. Segundo policiais militares do 28º Batalhão, que detiveram Gislaine a um quarteirão da residência, Antonio teria chegado bêbado em casa e, em mais uma discussão, agrediu-a fisicamente. Cansada das agressões, a dona-de-casa pegou uma faca de cozinha e cravou-a no abdome do marido, que morreu no local. Desnorteada após o crime, Gislaine saiu de casa - sem dar a impressão de que estaria fugindo - e foi vista por vizinhos, que auxiliaram a PM na prisão. O caso foi registrado no 64º Distrito Policial, de Cidade A.E.Carvalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.