Divulgação
Divulgação

Cantor da dupla Edson e Hudson tem prisão decretada por não pagar pensão

Advogado de Hudson diz que houve mal entendido e acordo já foi feito para revogar determinação

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2012 | 17h21

SOROCABA - O juiz Diogo Volpe Soares, da 1ª Vara Cível de Limeira, a 131 km de São Paulo, decretou a prisão do cantor sertanejo Udson Gadorini Silva, da dupla Edson e Hudson, por falta de pagamento de pensão alimentícia para a filha Letícia Higa da Silva, de 18 anos.

 

O cantor, que faz a segunda voz da dupla, chegou a ficar sob o risco de ser preso, já que o mandado de prisão foi expedido no final da tarde de terça-feira, mas acabou fazendo um acordo nesta quarta. Ele e o irmão Edson têm casa e estúdio em Limeira, mas não estavam na cidade quando o mandado de prisão foi expedido.

Nesta tarde, o advogado de Letícia, Flamínio de Campos Barreto, informou ter havido um acordo entre as partes. Ele protocolou no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) um pedido de revogação do mandado de prisão.

 

Hudson teria deixado de pagar a pensão desde setembro de 2010. O valor devido é superior a R$ 90 mil. A falta de pagamento de pensão alimentícia é punida com prisão sem direito a fiança, segundo as leis brasileiras. A assessoria do cantor informou que houve apenas um mal entendido.

 

A dupla, uma das mais conhecidas do mundo sertanejo, está em turnê pelo Paraná. Na quinta-feira está prevista uma apresentação em Foz do Iguaçu e, na sexta, na cidade de Cascavel, ambas no oeste do Paraná.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.