Cantor Pedro Leonardo é transferido para São Paulo

Médicos do Sírio-Libanês, de SP, participam da transferência, que envolve duas ambulâncias, avião e helicóptero

Rubens Santos, Especial para o Estado

26 Abril 2012 | 13h14

Goiânia - Os médicos iniciaram o processo de transferência do cantor Pedro Leonardo, de 24 anos, do Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG) para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo no começo da tarde desta quinta-feira, 26.

Duas ambulâncias vão participar da transferência. Uma levará Pedro Leonardo ao aeroporto. A outra servirá de suporte aos médicos. Batedores da PM vão abrir espaço no percurso de 30 minutos entre o IOG e o Aeroporto Santa Genoveva.

Após o embarque na UTI Móvel, há previsão de 1 hora de vôo até São Paulo. Depois, o paciente será conduzido, por helicóptero, até o hospital. Durante a viagem, o cantor terá assistência de três médicos. O cantor sertanejo Leonardo, pai de Pedro, vai embarcar em outro avião para São Paulo.

Para o paciente sair do hospital, cercado por curiosos e fãs, auxiliares montaram uma barreira com lençóis.

Durante rápida coletiva, o médico Vandervan Azevedo, diretor da UTI, disse que o quadro clínico de Pedro Leonardo melhorou. A avaliação da equipe médica, feira por volta de 6h de hoje, indicou que o paciente está estabilizado. Mas há riscos no processo de transferência, dizem os médicos.

O cantor Pedro Leonardo luta contra um edema cerebral grave, inflamação nos pulmões, fratura no fêmur e riscos de seqüelas neurológicas. Ele está internado em estado grave desde a última sexta-feira, 20, quando sofreu um acidente de carro na Rodovia MGC-452, perto da divisa entre Minas e Goiás. Pedro sofreu uma parada cardíaca de seis minutos na madrugada do domingo, 22, e passou por uma hemodiálise porque os rins estavam paralisados.

Mais conteúdo sobre:
Pedro Leonardo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.