Cão já havia evitado 2 assaltos

Considerado pelo casal como a maior perda da traumática experiência, o rottweiler Titã, de 8 anos, morto pelos bandidos anteontem, já havia atacado no passado dois outros assaltantes que tentaram surpreender Edson na mesma casa da zona leste. "Eu sempre chego tarde da academia, e, por duas vezes, o Titã pulou em cima de rapazes que estavam à espreita no portão", contou Edson. "Ele pesava 80 quilos, era imenso e muito bravo. Então eles gritavam desesperados: ?solta, solta, que a gente não vai te assaltar não?."Segundo Edson, há algum tempo Titã andava "adoentado" e já não apresentava mais o vigor de antes. "Ele sempre nos recebia com a cabeça baixa, para ganhar um afago. Deve ter assustado os bandidos, que atiraram sem dar qualquer chance. Foi nossa pior perda", concluiu.Titã foi morto a tiros logo no início da invasão, à 0h30 de anteontem. O barulho chamou a atenção da vizinhança e fez com que em minutos a polícia cercasse a residência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.