Cão urina em casa de vizinho e dono é assassinado

O que parecia ser uma discussão banal entre vizinhos terminou em tragédia ontem à noite, na Favela Nova Jaguaré, Zona Oeste de São Paulo. Tudo começou quando o cachorro do segurança Carlos Gelmiro Lima, de 44 anos, urinou no portão do vizinho Luís Antonio Sales, de 21 anos. Transtornado, Sales começou a ofender Lima e acabou disparando seu revólver. Carlos morreu no PS do Hospital Universitário. Sales fugiu, mas foi indiciado no 93.º DP - Jaguaré.Mais tarde, com a autoria do crime conhecida, o delegado José M. de Araújo Filho foi à favela para tentar prender o homicida. Ao chegar, viu acesa a luz da residência de Sales. Ao ordenar que a porta fosse aberta, foi surpreendido por dois rapazes que saíram correndo, um deles disparando um revólver de calibre 38. O delegado disparou sua pistola de calibre 45 e atingiu um deles no peito. Ferido, o homem largou a arma e fugiu, deixando um rastro de sangue. O outro foi detido. Identificando-se como Leonardo José da Silva, de 18 anos, o rapaz preso explicou que ele e o comparsa aproveitaram a ausência do morador, para tentar furtar uma aparelho de som e um televisor. A polícia não localizou o baleado. Leonardo foi autuado em flagrante por furto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.