Caos aéreo argentino prossegue com diversos atrasos

Vôos com destino a São Paulo e Rio de Janeiro têm até cinco horas de atraso

da Redação, estadao.com.br

28 de julho de 2008 | 18h30

Os vôos da Aerolíneas Argentinas vindos de Buenos Aires com destino aos aeroportos Tom Jobim, Rio, e Guarulhos, São Paulo, continuam apresentando atrasos de até cinco horas.     Veja também: Em Buenos Aires, três vôos para SP e Rio continuam atrasados  Brasileiros ainda enfrentam atraso em vôos na Argentina  Aerolíneas vende passagens a mais e prejudica centenas de brasileiros  Após domingo de caos, vôos argentinos continuam atrasando  Território Eldorado: Mais brasileiros reclamam do tratamento em aeroportos argentinos    Pelo menos dois vôos com destino ao Rio de Janeiro estão atrasados - o das 17h45 tem previsão de chegada às 19h35 e o das 21h50, agora com previsão de pouso para 00h45.   Em São Paulo, um vôo tem atraso previsto de quase cinco horas - com horário inicial para as 18h55, a previsão de chegada ficou, sem confirmação, para as 23h45 (ainda com possibilidade de mais atraso).   Vôos locais   Quem faz turismo dentro da Argentina também sofre com os atrasos e cancelamentos de vôos.Os turistas brasileiros que tentavam chegar a diversas cidades turísticas do interior do país para passar as férias encontraram o caos, gerado por uma excessiva venda de passagens da Aerolíneas Argentinas, que superou a capacidade de atendimento da companhia, provocou atrasos e cancelamentos dos vôos que partiam do aeroporto metropolitano portenho, o Jorge Newbery, rumo a destinos de intenso turismo como Bariloche, El Calafate e Ushuaia. Um total de 39 vôos sofreram atrasos ao longo do dia.   Os vôos que partiam do aeroporto saíam com atrasos em média de três horas, embora alguns registrassem uma demora de até 17 horas. Na madrugada desta segunda-feira, 28, partiram vôos que estavam programados originalmente para o domingo de manhã. Diversos vôos foram cancelados sem maiores explicações por parte da Aerolíneas Argentinas. Essa atitude exasperou turistas, tanto argentinos como estrangeiros.   (Com Ariel Palacios, enviado especial do Estado)

Tudo o que sabemos sobre:
aerolineas argentinassão paulorio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.