Capital e Grande SP registram 4 homicídios durante a noite

Quatro pessoas foram assassinadas entre às 21h de domingo e 0h30 desta segunda-feira na cidade de Poá, na Grande São Paulo, e na capital paulista. Segundo a polícia, os crimes teriam sido motivados por acerto de contas entre bandidos ou por algum tipo de desavença pessoal. Nenhum suspeito havia sido detido até o final da madrugada de segunda-feira.Com tiros no peito e no rosto, José Carlos Menezes Dória, de aproximadamente 60 anos, foi morto, às 21h de domingo, no interior de um bar na altura do nº 228 da Rua Coronel Pereira Neto, no bairro de Calmon Viana, em Poá.Segundo testemunhas, dois homens, ambos de capacete e ocupando uma moto, pararam em frente ao estabelecimento. O garupa desceu e, ainda com o rosto encoberto, atirou contra José Carlos, que morreu no local. Segundo a Polícia Militar, a vítima já teria várias passagens por delegacias, mas essa informação não consta no boletim de ocorrência registrado na Delegacia Central da cidade.CapitalCinco ocupantes de um Monza mataram, por volta da 0h30 desta segunda-feira, Carlos Gasparino Sales da Rocha, de 26 anos, e um jovem, ainda não identificado, de aproximadamente 20 anos, em frente a uma pizzaria localizada na altura do nº 77 da Rua Orestes de Souza Figueiredo, em Parelheiros, no extremo sul da capital paulista.Segundo testemunhas, os criminosos pararam em frente ao estabelecimento e, sem falar nada, atiraram. Os corpos das vítimas foram colocados no porta-malas do Monza e abandonados a 800 metros do local do crime na Rua Henrique Heimberg. Os assassinos seguem foragidos. O duplo homicídio foi registrado no 25º Distrito Policial, de Parelheiros, pelo delegado Valcir Passetti Jr.Eram 21h quando policiais militares do 18º Batalhão foram acionados para a Rua Barão de Santo Angelo, na região da Brasilândia, zona norte da cidade. Moradores ouviram vários disparos e ligaram para a PM. No momento em que chegaram no local, os policiais encontraram, já morto, Moisés Silva de Souza, cuja idade não foi informada pela polícia. O homicídio foi registrado no 45º Distrito Policial, da Brasilândia, pelo delegado José Mário de Lara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.