Capitão da PM é preso após fingir sequestro para roubar armas

PM disse que família havia sido sequestrada e por isso foi recolher armamento; mais 5 acusados foram detidos

Solange Spigliatti, Central de Notícias

25 Novembro 2009 | 14h41

Seis suspeitos foram presos entre a segunda e terça-feira, acusados de participar do roubo de cerca de 60 armas de quartéis da Polícia Militar da região de Salgueiro, no sertão de Pernambuco, no último dia 14 de outubro. Entre os presos está o capitão Marcos Vinicius Barros dos Santos, que supostamente teria forjado o próprio sequestro para roubar as armas.

 

Segundo a Polícia, o capitão teria dito em depoimento que foi vítima de um sequestro. Segundo ele, sua mulher e filha eram mantidas reféns enquanto ele arrecadava as armas nos batalhões das cidades vizinhas de Terra Nova e Parnamirim. Ele foi detido no município de Floresta. Foram presos também um irmão do policial, dois irmãos que são soldados da PM e dois contadores.

Mais conteúdo sobre:
policia PE Salgueiro corrupcao

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.