Capitão da PM mata sargento reformado no Rio

O sargento reformado da Polícia Militardo Rio, Gilmar da Silva de Azevedo, foi assassinado com cincotiros no peito na madrugada de hoje pelo capitão Marcelo daConceição, do 7º BPM. Os dois brigaram na Termas 73, na Tijuca,zona norte do Rio. O capitão foi ferido com um tiro na perna.Segundo a polícia, o sargento era dono da termas e foi morto porestar cobrando uma dívida do capitão, que está internado noHospital Central da PM. O sargento chegou a ser levado para oHospital Souza Aguiar, onde morreu. O vigilante Francisco da Costa Fernandes Junior, de 29anos, da empresa MTA Planejamento e Segurança, matou nestamadrugada seu colega Wilbert Gabriel Alves, de 23 anos, com umtiro no peito na portaria da empresa, no Rio Comprido, na zonanorte do Rio. Alves estava de folga e havia ido jogar futebolcom os amigos de trabalho. A discussão começou na hora do banhoporque Fernandes teria mandado o colega tomar banho em outrobanheiro. Ao voltar do banho, Alves teria xingado Fernandes, queapós uma discussão violenta, atirou no colega. O assassinodeixou a arma na empresa e fugiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.