Capitão dos Bombeiros morre ao reagir a assalto no Rio

O capitão reformado do Corpo dos Bombeiros Sebastião de Assis, de 70 anos, morreu ontem ao reagir a um assalto, em Benfica, zona norte do Rio. Ele dirigia seu EcoSport quando foi abordado por criminosos em dois carros. Ao tentar escapar do cerco, Assis foi baleado no rosto. O veículo invadiu um posto de gasolina e atropelou o frentista Daniel Gomes Freitas, de 30 anos. Freitas fraturou a perna esquerda e o braço direito e foi levado para o Hospital Souza Aguiar, no centro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.