Carcereiro e mulher são mortos no Morro do Urubu

O agente penitenciário Iedir Fernandes Brasileiro, de 46 anos, e sua mulher, Aline Cristine dos Santos, de 21, foram assassinados na noite desta terça-feira, no Morro do Urubu, no bairro da Piedade, na zona norte do Rio. Eles foram mortos quando entregavam cestas de café da manhã para o Dia dos Namorados.De acordo com policiais do 9º Batalhão (Rocha Miranda), o funcionário do Departamento de Sistema Penitenciário (Desipe) pode ter sido assassinado por vingança. Brasileiro, que trabalhou no Complexo da Frei Caneca, no centro, teria sido reconhecido por algum ex-presidiário que vive no Urubu.As duas vítimas foram executadas com tiros de fuzil e pistola. Brasileiro foi espancado, torturado e baleado dez vezes. Ele teve pescoço e braços quebrados. Já a mulher recebeu quatro tiros. Os corpos foram abandonados dentro do táxi do pai do agente, o Versailles placa LAX-5282, na rua Silva Gomes, em Cascadura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.