Carcereiro levou chope para dentro de presídio

Durante o inquérito administrativo, a Polícia Civil de Ribeirão Preto já apurou como os dois barris de chope, de 20 litros cada, e uma chopeira entraram na Cadeia de Vila Branca, no último final de semana de janeiro. Um dos carcereiros de plantão, Márcio José Brasileiro, havia encomendado os produtos de um vendedor, que faz corriqueiramente a entrega de gelo na cadeia. Ele fez a entrega ao carcereiro, que em seguida levou os barris e a chopeira para o interior do presídio. Após a descoberta, numa da cela desativada, Brasileiro e Joel Martins foram afastados do serviço - eles estão atuando na portaria da Delegacia Seccional, segundo o delegado José Manuel de Oliveira. Não há um prazo previsto para o término da sindicância. Os carcereiros podem até ser demitidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.