Cargo de confiança ganha direito a 'bolsa-combustível'

A edição de um decreto presidencial, a dois meses do início da campanha eleitoral, concedendo ajuda de combustível a ocupantes de cargos comissionados no governo, pôs a oposição em alerta. Publicado ontem no Diário Oficial da União, o Decreto 7.132 autoriza cerca de 6 mil servidores de confiança a receberem indenização, apelidada de "bolsa combustível", pelo uso de veículo próprio em serviços externos.

Vannildo Mendes, O Estadao de S.Paulo

23 de março de 2010 | 00h00

São até R$ 374 extras ao mês para cada um e a conta pode chegar a R$ 25 milhões anuais. Partidos de oposição se reúnem hoje para definir medidas destinadas a anular o benefício. "Não bastasse o governo ter aparelhado toda a máquina pública, agora o presidente exacerba de suas funções e cria essa ajuda de custo para sua tropa, com fins nitidamente eleitorais", atacou o deputado Raul Jungmann (PPS-PE).

O Ministério do Planejamento contestou a acusação e disse que a medida, na verdade, representa economia na aquisição e manutenção de frota de veículos. /

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.