Cáritas promete abrir mais 13 mil vagas em creches

As entidades católicas conveniadas à Prefeitura de São Paulo prometeram nesta sexta-feira que, até o fim do ano, irão disponibilizar 13 mil novas vagas nas creches que administram.A afirmação é do secretário municipal da Assistência Social, Evilásio Farias, que participou nesta sexta da reunião entre a prefeita Marta Suplicy (PT) e a entidade Cáritas Arquidiocesana de São Paulo.O aumento de vagas nas redes conveniadas faz parte do projeto da Prefeitura de atender até 30 mil crianças a mais até o fim do ano.De acordo com Farias, além das 13 mil vagas prometidas pelas entidades católicas, a administração criará outras 10 mil vagas na rede direta. Não será necessário, segundo o secretário, ampliar a rede física."A rede tem hoje um déficit de quatro mil funcionários", disse Farias. A Prefeitura contratará em regime de emergência 1.300 funcionários e terceirizará serviços de limpeza, cozinha e vigilância.Para atingir as 30 mil novas vagas, a secretaria espera que outras entidades ampliem o atendimento. Hoje, a rede municipal de creches atende 82 mil crianças de 0 a 6 anos - no início do ano, atendia 75 mil.O número de crianças cadastradas que não conseguiram vaga em 2001 é de 131 mil. Além das vagas criadas com a contratação de novos funcionários, a Prefeitura promete disponibilizar outras 2.500 com a construção de 20 novas creches até o fim do ano.

Agencia Estado,

05 de outubro de 2001 | 17h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.