Divulgação
Divulgação

Carnaval 2012: blocos de rua serão monitorados por dirigível no Rio

Patrulhamento aéreo será feito por espécie de zepelim de 10 metros comprimento por 2,6 de altura

estadão.com.br,

31 Janeiro 2012 | 18h55

SÃO PAULO - O carnaval de rua no Rio será monitorado por um dirigível neste ano. O  presidente da Riotur, Antonio Pedro Figueira de Mello, anunciou a novidade na manhã desta terça-feira, 31, durante a divulgação do esquema operacional para os desfiles de blocos de rua que acontecem no período pré-carnaval, de 2 a 16 de fevereiro. A coletiva foi realizada no Centro de Operações Rio, na Cidade Nova.

O patrulhamento aéreo dos blocos será feito por um dirigível de 10 metros comprimento por 2,6 metros de altura com capacidade para sobrevoar as rotas da folia por até três horas numa altura de 30 metros do solo. Um gás não inflamável, inodoro e não tóxico modela o formato do "zepelim", dotado de um motor elétrico silencioso e guiado por controle remoto.

O novo equipamento auxiliará ainda mais no monitoramento da cidade, que tem 560 câmeras instaladas nos principais pontos do município. Cerca de 790 mil foliões são esperados nos 151 blocos que desfilarão em todas as regiões da cidade no pré-carnaval. Neste período serão utilizados 2.150 banheiros químicos, além de outros 50 contêineres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.