Carnaval de Veneza: ratos vencem prêmio de Melhor Máscara

Prêmio concedido desde o século 17 vai para grupo inglês por crítica aos roedores comuns nas ruas da cidade

EFE, Veneza

15 de fevereiro de 2010 | 20h59

Foliões disfarçados em desfile na Praça São Marcos, em Veneza, Italia. Foto: Andrea Merola/EFE

 

VENEZA - Foliões fantasiados de "pantegane", nome que recebem os ratos de esgoto em Veneza, venceram  o prêmio de Melhor Máscara do Carnaval da Cidade dos Canais, que acontece desde o século 17.

 

Segundo informou a organização do Carnaval em um comunicado, um grupo de 16 turistas de várias cidades da Inglaterra venceu o concurso pela crítica e homenagem à cidade italiana, pois se fantasiaram com máscaras desses roedores que percorrem as ruas e canais de Veneza.

 

"O grupo de amigos foi premiado pela originalidade e a espontaneidade da proposta e ganhou uma viagem a Veneza oferecida pela Associação Veneziana de Hoteleiros", diz a nota.

 

Um júri, composto por várias celebridades culturais da cidade, entre eles o diretor artístico do Carnaval, Marco Balich, concedeu este domingo outros prêmios àqueles que decidiram participar dessa tradição centenária, que representa uma das maiores atrações turísticos de Veneza.

 

Um casal alemão, os Köhler, levou o Prêmio Especial São Valentín, e a empresa francesa Cie Popol venceu o Prêmio de Melhor Artista, graças a seu espetáculo "Operação Caracol".

 

O bom tempo que fez em Veneza durante o carnaval causou congestionamentos de carros e ônibus que queriam entrar na Cidade dos Canais através da Ponte da Liberdade, única conexão com o outro lado da lagoa, para assistir ao Carnaval.

 

Isso levou as autoridades venezianas a fechar temporariamente a ponte, pois não há suficientes vagas para veículos em Veneza.

Mais conteúdo sobre:
Veneza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.