Carnaval em Santana de Parnaíba reúne 2 mil pessoas

Mais de duas mil pessoas acompanharam neste sábado seis blocos de carnaval na cidade histórica de Santana de Parnaíba, a 38 quilômetros da capital paulista, onde se divertiram ao som do trio elétrico e dançaram em meio a mais de 200 casarões tombados pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Artístico, Arqueológico e Turístico (Condephaat).Os blocos partiram da rua que fica atrás da igreja - do século 17 -, que tem casinhas de paredes da taipa de pilão e fachadas coloridas e restauradas, e seguiram por vielas de paralelepípedo do centro antigo.O carnaval em Santana de Parnaíba tem aspectos tradicionais como os bonecões gigantes de figuras fantasmagóricas que desfilam todos os anos. A tradição começou com um antigo morador que era artista plástico e foi passando de pai para filho.Atualmente os bonecos são confeccionados pelo artista Holbis Vilar Filho e este ano exibem caricaturas do presidente americano, George W. Bush, e de Saddam Hussein, já que a festa tem como tema o carnaval da paz.Os bonecos voltam a desfilar neste domingo, em meio as escolas de samba na cidade, a partir das 16 horas. Na segunda feira, mais escolas desfilam, entre elas o bloco Alegria dos Koroas, outra tradição do carnaval parnaibano. O bloco é formado por 12 músicos que tocam marchinhas antigas de carnaval.Este ano o tema é "Parnaiba Monumento Nacional" e faz parte de um movimento de moradores que lutam para que a cidade obtenha este título, concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) que atualmente conserva três imóveis tombados na cidade.Cerca de 2 mil pessoas devem acompanhar o bloco na segunda feira, a partir das 17 horas. As camisetas do grupo foram trocadas por um quilo de alimento para famílias carentes de Santana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.