Carnaval movimentará R$ 800 milhões na economia do Rio

O carnaval é essencial para a economia do Rio de Janeiro,tanto na geração de emprego quanto na de renda. A estimativa é que a festa movimentará este ano R$ 800 milhões na economia do estado. Deste total, R$ 232 milhões serão destinados ao pagamento de 673 mil pessoas, envolvidas direta ou indiretamente, na produção do espetáculo. Segundo pesquisa realizada pelo Observatório de Emprego e Renda, da Secretaria do Trabalho, informa a Agência Brasil, os beneficiados são trabalhadores dos mercados formal e informal, principalmente em serviços e turismo, sendo a maior parcela representada por trabalhadores já empregados. Do total, 108 mil pessoas representam postos adicionais de trabalho, e a metade é ocupada por desempregados. Só as escolas de samba mobilizam mais de 18 mil pessoas na montagem dos enredos. A pesquisa aponta ainda que cinco mil pessoas deverão movimentar um comércio informal perto do Sambódromo e que cada um deverá ganhar R$ 2 mil.Já a Prefeitura da cidade investiu um total deR$ 21 milhões em reparos no sambódromo, decoração da cidade, bailes populares. no terreirão do samba, bandas e blocos. A estimativa é que os 402 mil turistas, sendo 20 por cento de estrangeiros, que vieram participar do Carnaval carioca gastem 423 milhões de reais. A Associação de Hotéis do Rio confirmou a expectativa de 100 por cento de lotação, porque as reservas aumentaram em mais de 7 por cento em relação ao ano passado. Pesquisa realizada pela entidade, aponta a taxa média de permanência em cinco dias e gasto médio dos turistas nacionais e internacionais em 500 dólares/dia, incluindo hospedagem, o que deve gerar para o setor US$ 15 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.