Carnê do IPTU de SP começa a ser entregue em fevereiro

Antes do anúncio de mudanças no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), a Prefeitura divulgou que vai começar a enviar os carnês do tributo a partir da primeira semana de fevereiro. Pelo cronograma da Secretaria Municipal das Finanças, a cidade foi dividida em dez lotes, conforme o CEP do contribuinte. A meta da secretaria é completar a entrega dos carnês até 17 de março. As pessoas que optarem pelo pagamento à vista terão desconto de 5%. Quem decidir parcelar poderá pagar em até dez vezes. A multa por atraso é de 0,33% ao dia. Os primeiros a receberem as cartas serão os contribuintes isentos. A notificação foi dividida em dois lotes: a primeira será enviada em 27 de janeiro e a segunda, no dia 31. Pelos cálculos da Prefeitura, cerca de 1 milhão de pessoas não precisarão pagar o imposto. São aqueles que moram em imóveis cujo valor venal, base de cálculo para o IPTU, é de até R$ 50 mil. Este ano, a Prefeitura diminuiu o número de isentos. É que, apesar de aumentar o valor venal em 7%, manteve a faixa de isenção em R$ 50 mil. No caso dos comerciais, com o teto de R$ 20 mil, cerca de 81 mil imóveis perderão o benefício. A Prefeitura ainda diminuiu o desconto. Até o ano passado, imóveis com valor venal entre R$ 50.001,00 e R$ 120 mil tinham desconto de R$ 20 mil. Este ano, o benefício atinge apenas os casos nos quais o valor venal é de até R$ 100 mil.Calendário de entrega dos carnês

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.