Carreta com produto altamente tóxico ameaça tombar na zona sul de SP

Uma carreta, com problemas no cavalo mecânico, que transportava 30 toneladas de tolueno, produto químico altamente tóxico, está parada, desde o início da noite de quinta-feira, na altura do nº 653 da Alameda Chanés, no bairro de Moema, na zona sul da capital paulista. O veículo foi levado para o local por um guincho da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O problema apareceu quando a carreta saía da Rodovia dos Imigrantes para ingressar na Avenida dos Bandeirantes e seguir rumo ao Estado do Paraná. O dono da carreta, durante a noite, tentou transferir o tanque com o tolueno para outro cavalo mecânico, mas o guincho não resistiu ao peso do tanque e a carreta quase tombou. Por causa da posição perigosa em que ficou o tanque, os bombeiros foram acionados para impedir o vazamento da carga. O proprietário do veículo tenta agora contratar os serviços de um guindaste. Somente um equipamento com essas características tem condições de remover o tanque sem oferecer riscos de vazamento. A CET supervisiona toda a operação. Tolueno é um produto químico muito empregado em produtos de consumo ou materiais de construção, como filmes adesivos, tintas spray, produtos de limpeza e polimento automotivo, compensados, produtos para dar acabamento em couros e móveis, impermeabilizante, solventes e várias tintas e materiais artísticos.

Agencia Estado,

24 Fevereiro 2006 | 03h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.