Carreta tomba e mata três catadores de lixo

Três catadores de lixo morreram esmagados na noite de terça-feira, com o tombamento de uma carreta que despejava detritos no aterro sanitário de Gramacho, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Depois do acidente, outros catadores denunciaram a falta de segurança no local. O caminhão, da empresa Hidrobrás, contratada pela Comlurb para recolher resíduos, chegou ao lixão por volta da meia-noite. Tão logo o veículo despejou 45 toneladas de lixo, os catadores avançaram sobre a carga, a fim de procurar material que pudesse ser reaproveitado. Foi quando a carreta tombou sobre eles. Só o corpo de Robson Ermelindo dos Santos, de 31 anos, havia sido identificado até o fim da tarde. Os outros mortos são um homem e uma mulher negros.De acordo com a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), as vítimas não eram integrantes da cooperativa decatadores, ou seja, estavam lá irregularmente. A lista tem 900 nomes. Além dos cadastrados, existe uma legião de pessoas que buscam comida, roupas e outros objetos em meio aos detritos, durante o dia e também à noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.