Carrinho de pipoca explode e deixa 17 feridos

A polícia civil de Jacareí começa a ouvir amanhã as testemunhas da explosão de um botijão de gás em um carrinho de pipoca, na tarde de ontem, em Jacareí (SP). A explosão aconteceu durante uma festa no Parque dos Eucaliptos, em comemoração ao Dia das Crianças. Segundo a Defesa Civil, a provável causa seria o vazamento de gás por uma das mangueiras, que sob sol forte, acabou derretendo. As causas ainda estão sendo avaliadas pela polícia técnica.Na explosão, 17 pessoas ficaram feridas, a maioria crianças. Entre os feridos, está também a dona do carrinho de pipoca, Maria Darina Alves, que continua internada em estado grave na UTI (Unidade Intensiva de Tratamento) do Hospital Alvorada, em Jacareí. Ela teve 70% do corpo queimado e na tarde de ontem seu quadro de saúde permanecia estável. No Hospital São Francisco três crianças, de 11, 10 e 2 anos, continuam internadas com queimaduras de terceiro grau. Uma delas aguarda vaga na Unidade de Queimados do Santa Casa de Guaratinguetá, no Vale do Paraíba.A última vítima que permanece internada é a menina L.M.S.O, de 8 anos, que está na Santa Casa de Jacareí, também em estado grave, mas com quadro estável, segundo a direção do hospital. Os outros feridos foram liberados na manhã de hoje. De acordo com a Polícia Civil, a proprietária do carrinho de pipoca poderá ser indiciada por lesão corporal culposa (sem intenção).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.