Carro com corpo é resgatado do fundo de lago

O corpo do montador de móveis Déverson Aparecido Pedroso, de 24 anos, que estava desaparecido desde o dia 19 de julho, foi resgatado por bombeiros de Sorocaba do fundo do lago de uma pedreira, no município de Salto de Pirapora. O corpo estava no interior do fusca placas CYS-1510, de Piedade, a uma profundidade de 50 metros. Os bombeiros trabalharam mais de dez horas para içar o veículo, com a ajuda de mergulhadores profissionais. Segundo a polícia, o carro, com o ocupante, foi jogado do alto de um paredão. O veículo foi localizado por mergulhadores que se utilizam da lagoa para treinamentos. Pedroso foi reconhecido por familiares. Os bombeiros são treinados para descer até uma profundidade máxima de 40 metros, por isso precisaram da ajuda de mergulhadores. Eles usaram cabos para prender o carro em quatro tambores com ar e içá-lo até a superfície. O corpo foi colocado em um bote e o veículo foi devolvido ao fundo do lago. Segundo os bombeiros, o carro estava totalmente destruído e não havia como retirá-lo. Déverson trabalhava na capital e desapareceu depois de passar um fim de semana na casa de parentes na cidade de Piedade. A Polícia Civil começou as investigações. O laudo da perícia vai determinar as causas da morte.

Agencia Estado,

06 de agosto de 2003 | 18h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.