Carro da polícia é alvo de tiros em Paulínia

Ocupantes de um veículo não identificado dispararam tiros contra um carro da Guarda Municipal de Paulínia nesta madrugada. Segundo o delegado Tadeu Brito de Almeida, o carro com dois guardas abordou o veículo, que entrava em Paulínia por volta das 4h40, e os ocupantes reagiram atirando. Ninguém ficou ferido. Cápsulas foram recolhidas no local para exame de balística.Depois de atirar, os criminosos fugiram. De acordo com o delegado, os guardas não conseguiram identificar o veículo, mas apontaram que ele era ocupado por ao menos duas pessoas. "Ainda estava escuro, o que prejudicou a visão dos guardas", comentou. Um tiro atingiu o carro da polícia, porém não acertou nenhum dos guardas.O delegado avaliou que o episódio não pode ser considerado um atentado contra a polícia ou relacionado aos recentes ataques ocorridos na Grande São Paulo, que teriam sido cometidos por uma facção criminosa. "Eles atiraram porque a guarda os abordou. Revidaram. Não atacaram primeiro. Deviam estar planejando praticar um roubo em Paulínia", apontou.Almeida comentou, entretanto, que os plantões da Polícia Civil foram reforçados na semana passada, com um número maior de policiais. O atendimento à noite na delegacia é feito por um portão eletrônico, para que o morador se identifique antes de entrar no prédio. Ele contou que orientou que a Guarda reforce a vigilância nos portais de acesso à cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.