Carro de mulher de Bispo Gê pega fogo

Elisângela Dantas escapou ilesa; polícia apura motivação criminosa

Camilla Haddad, O Estadao de S.Paulo

20 de março de 2009 | 00h00

A Polícia Civil investiga as causas do incêndio que atingiu, na manhã de quarta-feira, o carro da mulher do presidente da Igreja Renascer, o deputado federal Geraldo Tenuta Filho (DEM-SP), o Bispo Gê. O Ford Focus pegou fogo no momento em que Elisângela Dantas deu a partida na garagem do prédio onde mora, que fica na esquina das ruas Tutoia e Sampaio Viana, no bairro do Paraíso, zona sul de São Paulo.Segundo a polícia, Elisângela não se feriu, mas as chamas estavam tão altas que chegaram a atingir o teto da garagem do edifício, prejudicando parte da fiação. Procurada, a Assessoria de Imprensa da Igreja Renascer negou que o acidente tenha sido um atentado contra a evangélica. "Isso está descartado. Imagina", disse um dos assessores. Pelo menos seis carros dos bombeiros estiveram no local para combater o incêndio. No momento da explosão, que aconteceu na parte da frente do carro, próximo do motor, poucos condôminos estavam na garagem. Elisângela, segundo a polícia, chegou a ser levada para um hospital da região muito assustada, mas foi liberada no mesmo dia, à tarde.O caso foi registrado como incêndio consumado no 36º Distrito Policial (Paraíso). Investigadores disseram que o Ford Focus da vítima passou por perícia para que seja apontado se as causas do incêndio foram criminosas ou acidentais. Há 40 dias, segundo a polícia, o carro de Elisângela havia passado por revisão de rotina e, até a data da explosão, funcionava sem qualquer problema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.