Carro desaparece no Rio Tietê com motorista dentro

Robert Rosa da Silva, que dirigia um Pálio azul próximo à ponte da Av. Cruzeiro do Sul, na capital paulista, desapareceu nas águas do Rio Tietê quando o carro, desgovernado, caiu no rio no início da madrugada deste sábado. Durante 3 horas, soldados de oito guarnições do Corpo de Bombeiros vasculharam as águas do rio, mas não conseguiram resgatar nem o carro, nem o motorista. Da acordo com Viviane Fátima Silva, de 24 anos, namorada de Robert, que se encontra internada no Hospital São Camilo, o casal seguia para Osasco, pela Marginal Tietê, no Pálio dirigido pelo namorado. Foi quando ela sentiu-se muito cansada e adormeceu. "Acordei com os gritos de Robert e com uma água suja invadindo o carro", diz ela. "Consegui tirar o cinto de segurança e abri a porta", prossegue. "Ainda bem que várias pessoas me ajudaram a sair da água."Àquela altura, o carro já havia submergido, com o rapaz dentro dele. Um barco do Corpo de Bombeiros percorreu várias vezes o trecho, mas não encontrou o veículo nem seu motorista. "A poluição da água e a falta de luz dificultam as buscas", afirmam os bombeiros.

Agencia Estado,

07 de outubro de 2006 | 05h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.