Carro do presidente da Assembléia do CE é baleado

O carro do presidente da Assembléia Legislativa do Ceará, deputado Wellington Landim (PSB), foi alvejado com oito tiros por volta das 22 horas de terça-feira. Landim estava no estúdio de uma produtora, no bairro Aldeota, quando dois homens - ainda não identificados - tentaram entrar no carro dele.O motorista do deputado estava sozinho no interior do veículo, um Astra de cor prata. Houve troca de tiros entre ele e os bandidos, que acabaram fugindo.Em entrevista coletiva concedida nesta quarta, na Assembléia cearense, Landim exigiu a "apuração verdadeira e imediata dos fatos". Mas preferiu, alegando motivos éticos, não qualificar a ação como atentado. "Não queremos aqui fazer pré-julgamento", disse o deputado. De acordo com o delegado Idarlan Rodrigues, as circunstâncias indicam tratar-se de uma tentativa frustrada de assalto.Até o ano passado, Landim era do PSDB e um dos principais aliados do governador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Rompeu com ele e filiou-se, em outubro, ao PSB, para disputar o governo cearense.Com o apoio do deputado, foi instalada a Comissão Parlamentar de Inquérito que apura supostas irregularidades no Banco do Estado do Ceará (BEC), que teriam sido praticadas no segundo mandato de Tasso como governador. Hoje, Landim é visto como inimigo político de Tasso.Em várias ruas de Fortaleza existem, desde janeiro, cartazes divulgando uma revista que traz Landim na capa. Neles, há frases provocadoras como "O homem que peitou Tasso" e "David X Golias".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.