ABr/Divulgação
ABr/Divulgação

Carro que transportava secretário de Cabral é atingido por três tiros no Rio

Zaqueu Teixeira (PT), titular da Assistência Social e Direitos Humanos, estava em Ford Fusion blindado e seu motorista conseguiu escapar da abordagem de homens armados

Marcelo Gomes, O Estado de S. Paulo

11 Setembro 2013 | 09h34

RIO - O carro que conduzia o secretário de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado do Rio, Zaqueu Teixeira (PT), foi atingido por três tiros, por volta das 21h30 dessa terça-feira, 10, na Avenida Rodrigues Alves, zona portuária do Rio. Teixeira, que é delegado da Polícia Civil licenciado, estava num carro oficial da pasta, um Ford Fusion blindado. Além dele, apenas o motorista estava no veículo.

Para Teixeira, os criminosos tentaram assaltá-lo. Por meio de sua assessoria, o secretário descartou que tenha sido vítima de um atentado, pois utilizava um carro reserva. O veículo que ele costuma usar estaria com defeito, segundo a assessoria.

O Fusion foi interceptado por um Logan. Três bandidos desceram do carro. Como o motorista não parou, os criminosos atiraram. Nenhum disparo perfurou o veículo. Teixeira conseguiu escapar ileso do local.

Na fuga, um dos supostos ladrões foi atropelado. O secretário registrou o episódio na 37ª Delegacia de Polícia (Ilha do Governador).

A assessoria da pasta informou que Teixeira havia saído de uma reunião com o governador Sérgio Cabral (PMDB), no Palácio Guanabara, sede do governo estadual, na zona sul da cidade.

Teixeira chefiou a Polícia Civil do Rio em 2002, quando Benedita da Silva (PT) assumiu o governo do Estado, depois que o então governador Anthony Garotinho deixou o carro para concorrer à Presidência da República. Em 2010, Teixeira foi eleito deputado estadual.

Mais conteúdo sobre:
violênciarioZaqueu Teixeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.