Cartas

Carta 19.381Sem festa de formaturaA formatura da 8.ª série do Colégio Santa Cruz no dia 30/11/07 não ocorreu porque a Prefeitura fechou a Broadway Casa de Eventos - do que pais e alunos só foram avisados às 19 hs. A UFO Formaturas, organizadora da festa, disse que ela não seria cancelada, apenas mudaria para a Space. Como no ano passado houve incêndio no local, telefonei para o responsável na UFO, sr. Daniel, indagando se o local era seguro, e ele disse que a casa havia sido reformada e tinha contrato com a brigada de incêndio. Às 20h30 (a festa seria às 22 hs) fui ao local e vi cavaletes no meio do salão, e uma casa sem teto. E não houve festa para os 160 alunos (cada um com 5 convites).MARISTELA ARAÚJOCapitalO Santa Cruz responde:"Todos os anos, há uma missa para os alunos da 8.ª série, e paralelamente à celebração pais e alunos organizam uma festa, sem participação direta do colégio, cuja colaboração se restringe à cessão do espaço para reuniões e à transmissão de comunicados. A UFO Eventos também só foi avisada do fechamento no dia 30/11. Enviamos às famílias dois comunicados da UFO, com deliberações e medidas tomados após encontros com representantes de pais e alunos."O sr. Daniel Barone, proprietário da UFO Formaturas, informa que receberam a notícia no dia da festa e enviaram vários comunicados aos pais dos alunos. A festa foi remarcada para o dia 15/2, na Vila Uber, Vila Olímpia. O aluguel desse novo local é mais caro, mas quem irá arcar com a despesa será a própria UFO Formaturas. Carta 19.382Críticas e explicaçõesA viagem de formatura de meu filho para Porto Seguro (30/9 a 6/10) foi lamentável. A Forma Turismo acertou a viagem com a comissão de alunos e exigiu a presença dos pais no seu escritório, sendo que é possível comprar viagens pela internet. Os preços e condições a princípio eram ?inflexíveis?, e de valor elevado, em comparação ao mercado, mas a empresa ofereceu descontos para os alunos que deixaram para decidir em cima da hora. Prometeu ainda que os jovens viajariam em empresas aéreas de grande porte, mas eles foram por uma de 2.ª linha. Meu filho teve de dividir o quarto do hotel com cinco colegas. E a queixa que enviei para empresa não teve resposta.EVANDRO DANTAS de ALCâNTARA Jr.CapitalA Forma Turismo responde:"Não recebemos nenhuma queixa do sr. Evandro. Estamos nesse mercado há mais de 10 anos e nunca recebemos uma queixa igual a esta. Fazemos as negociações com uma comissão de pais e alunos, encarregada de procurar as empresas especializadas e escolher a melhor opção. Por não se tratar de viagem de cunho pedagógico, muitas escolas abdicam do direito de organizar a excursão. Nosso público-alvo é de menores de idade (13 a 17 anos). Muitos pais fazem questão do atendimento pessoal para esclarecer dúvidas, sanar incertezas e inseguranças. Precisamos da presença dos pais para assinatura do contrato e preenchimento de ficha médica detalhada, para um atendimento eficiente. Só na cidade de São Paulo, temos 3 filiais para atender nossos clientes, sendo uma delas no Pacaembu, próxima ao Colégio Rio Branco, onde o filho do sr. Evandro estuda. A viagem ocorreu de 30/9 a 6/10/07. Em 20/10/06, a comissão de pais e alunos optou por nosso pacote, e em 26/10 fizemos uma reunião para esclarecimentos e adesões em hotel próximo à escola. Dos 135 alunos que aderiram, 128 compraram com antecedência de mais de 8 meses (os preços variavam, segundo a proximidade da viagem, entre R$ 1.738 e 2.002. O parcelamento, quando do lançamento da proposta, era facilitado em 20 parcelas sem juros, que foram decrescendo mensalmente até chegar a 6. O leitor, um dos últimos, comprou o pacote no dia 5/9 (25 dias antes da saída). Segundo a proximidade, produtos turísticos (passagem aérea, ingresso, hotel) aumentam de preço. A pedido da comissão, oferecemos uma opção mais barata de vôo e os pais escolheram a BRA (economia de R$ 100). Um mês antes da viagem, fretamos um Boing 767-300 (classe executiva e primeira) da Ocean Air. O hotel Arcobaleano foi considerado o melhor de Porto Seguro no Guia Quatro Rodas, com acomodação em apartamentos quádruplos. Em rara exceção, acomodaram 5 jovens no mesmo apartamento porque não havia quórum para formar outro quarto, e os quatro amigos (Farid, Felipe, Renato e Rodrigo) aceitaram receber Leandro."O leitor comenta: Encaminhei a queixa à empresa em 22/10. Não questionei sua idoneidade. A atendente deu como opção a TAM ou a GOL e não a empresa que fez o cold share com a BRA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.