Cartas

Carta 19.497Obra danifica casas em voltaHá aproximadamente 30 imóveis com problemas em torno da obra de responsabilidade da WTorre Eng., Av. das Nações Unidas, 7.815, próximo à estação Metrô Pinheiros. Minha casa tem rachaduras e a estrutura foi danificada. Vários moradores se queixam do mesmo.MARIA de LOURDES NASCIMENTOPinheirosA Sub Pinheiros responde:"Me reuni em 29/1 com moradores, incluindo a leitora, e representantes da WTorre. As partes entraram em acordo e mal-entendidos foram esclarecidos, com o comprometimento da construtora em respeitar os horários definidos para a obra. Até o final de fevereiro haverá novo encontro entre as partes e a seguradora para discutir possíveis indenizações por danos causados pela obra. A construção e os imóveis próximos são acompanhados de perto por técnicos desta sub. O canal dos moradores com a empresa foi estreitado e o canal direto com a Prefeitura continua aberto, como desde o início da obra."NILTON ELIAS NACHLE - subprefeitoA leitora comenta:Confirmo a reunião, mas só estavam presentes a moradora da casa 6 e eu. Jamais houve algum mal-entendido entre as partes, já que a WTorre nunca respondeu à correspondência enviadas. Soubemos apenas na reunião que técnicos da subprefeitura acompanham a construção e os imóveis próximos, pois a única visita que recebi de um técnico, em minha casa, foi em junho de 2007, depois que fiz queixa em 17/4. Se até o dia 28 não houver uma nova reunião, enviarei um novo e-mail para esta coluna. Obrigada.Carta 19.498Elogios e um pedido Antes de tudo elogio a coluna, que apóia o cidadão em suas reclamações e reivindicações. Em março/07 fiz queixa sobre o triste estado das ruas de Perdizes, Sumaré e Pompéia. É louvável o trabalho da Prefeitura, que recapeou as ruas, e da CE,T que instalou faróis e pintou faixas de travessia de pedestres nos cruzamentos. Mas peço ainda que instalem semáforos no cruzamento das Ruas Bartira e Apinajés, onde moro, e onde há acidentes. Também há lâmpadas queimadas nos semáforos de vários cruzamentos da região. FLÁVIO de ALMEIDA CAMPOSPompéiaA CET responde:"Após análise, verificamos ser preciso instalar semáforo na esquina de Bartira com Apinajés, como pede o leitor. O projeto está sendo desenvolvido pela área técnica da CET. Quanto às lâmpadas queimadas nos cruzamentos, as ocorrências já foram resolvidas pelas equipes de manutenção. Eventuais problemas continuarão a ser monitorados pela CET."ROBERTO SCARINGELLAPresidenteO leitor avisa que trocaram a lâmpada da esq. de Vanderlei e Apinajés, mas a luz vermelha na Gastão Garcia e Apinajés queimou.Carta 19.499Marília bela...Marília foi abandonada pelo governo estadual. A população clama há 16 anos pela duplicação da SP-294 (98 km Marília-Bauru). Nestes anos, o governo duplicou e/ou privatizou milhares de quilômetros de estradas no Estado, mas só 25 entre Marília e Garça e 13 entre Bauru e o trevo de Piratininga; 500 km da Mal. Rondon foram duplicados, fizeram o anel viário de Campinas e trechos do Rodoanel em SP, mas na nossa região nada é feito, e os acidentes continuam. Nem acostamentos há nas estradas da região. VALDIR DE SOUZAMarília/SPA SETransportes responde:"Anunciamos em janeiro o início da duplicação da SP-294, entre os municípios de Bauru e Marília, com duplicação de 45 km de pista, beneficiando os cerca de 6 mil veículos que trafegam diariamente pela via, que corta também as cidades de Duartina, Vera Cruz e Garça. Estamos investindo R$ 220 milhões nas obras, a ser concluídas até o final do ano. Ainda na SP-294, o DER concluiu obras de duplicação de um trecho de 15 km entre Duartina e Piratininga. A obra custou R$ 54 milhões e foi entregue à população dia 24/1." Na semana passada (carta do dia 14), parei o carro no sinal vermelho da esq. da Rua Nebraska com a Av. Santo Amaro, ao lado do posto Novo Brooklin, e vi uma cliente pagando a conta com cartão enquanto fumava. Essa senhora saiu andando do posto com um saco plástico transparente cheio de gasolina e o cigarro aceso na outra mão! O posto deveria orientar os funcionários a não permitir situações tão perigosas como esta. PEDRO MINDLINCapital

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.