Cartas

Carta 17.729Sem luz, com luz, mais luzAvisei à Eletropaulo que não recebera a conta de luz de fevereiro, e recebi resposta escrita dizendo que, ?devido à troca de sistemas?, a conta seria entregue alguns dias depois da data habitual; eu que não me preocupasse, pois o prazo de pagamento também seria prorrogado. Esperei - até chegar um viso, na conta de março, de que eu estava inadimplente, e se não pagasse a conta de fevereiro em 16 dias, cortariam a luz. Como não consegui contatar o Atendimento escrevi para a Ouvidoria, que respondeu que estava apurando e acompanhando o caso, prometendo retorno em 10 dias. Dia 26 finalmente consegui contatar a empresa e abriram protocolo com prazo de 5 dias para receber a 2.ª via da conta, sem multa, já que o erro fora da Eletropaulo. Como a fatura não veio, liguei em 8/4 e me sugeriram pagar a conta pela internet. Também enviei novo e-mail para a Ouvidoria, e novamente disseram que estavam ?apurando os fatos relatados e acompanhando o caso?. E também não houve mais nenhuma resposta até essa data. E ontem, 24/4, ao receber a conta com vencimento em 2/5, veio um aviso de cobrança de encargos financeiros ?por atraso no pagamento da conta de fevereiro?. WILSON AMARAL - CapitalA AES Eletropaulo responde: "A multa e os juros cobrados indevidamente pelo atraso no pagamento da conta de fevereiro serão devolvidos ao cliente em forma de crédito na sua próxima conta de energia elétrica. Lamentamos o transtorno inadvertidamente causado, e contataremos o prezado cliente para lhe explicar as razões do ocorrido e nos desculparmos."Carta 19.730Erros de leituraFiz queixa ao Atendimento Eletropaulo em 31/3 por erro de leitura na conta de março. PAcientemente, fiz 11 ligações registradas, sendo 2 para a Ouvidoria, para saber a resposta à queixa, mas até 20/5 nada foi resolvido. Paguei a conta antecipadamente (logo, por algo que não consumi), para não ter a energia cortada por falta de pagamento. ARTUR TOCHIMITSU TOKIMATSUIpirangaA AES Eletropaulo responde: "As contas de março e abril foram revisadas. LAmentamos o erro na leitura, que gerou cobrança maior que o consumo real. A diferença será devolvida como crédito nas próximas contas. Quanto à fatura de abril, emitimos 2.ª via com prorrogação da data de vencimento."O leitor comenta: Agradeço à coluna. Mas a solução não deveria ser pela força da imprensa, e sim pela postura profissional das empresas que prestam serviços públicos.Fiquei surpreso pelo consumo apontado na conta de luz de março, quase o triplo do que mantenho há anos. Liguei para a Eletropaulo avisando da leitura errada, mas ninguém veio fazer nova leitura. Em 16/5 recebi duas contas com vencimento no dia 21, registrando consumo de 730 kWh em 8/4 e 230 kWh em 9/5. Fotografei o medidor, que registra consumo bem menor do que o das contas. Esses erros são um abuso, pois eu reclamara do mesmo erro antes. Segundo a lei, a quantia cobrada indevidamente deve ser devolvida em dobro, mas hoje (21/5), debitaram automaticamente de minha conta os valores.MILTON CARDOSO FERREIRA de SOUZAJardim PaulistaA Eletropaulo responde: "As contas de março, abril e maio foram revisadas. A diferença será devolvida ao cliente como crédito nas próximas faturas."O leitor comenta: Faço uma ressalva sobre a devolução como crédito em conta futura: o dinheiro tem um custo para todos. Se eu atrasar um pagamento pago multa e juros. Por que a Eletropaulo tem uma lei para si e outra para o cliente? A devolução tem de ser imediata na conta em que é feito o débito automático.Devido à mudança no sistema da Eletropaulo recebi a conta com atraso. A empresa disse que não cobraria juros, mas no mês seguinte, cobraram juros ?por atraso no pagamento?. Fui orientada a não pagar a conta, que seria ?bloqueada para acerto?, mas em novo contato me disseram que a primeira conta deveria ter sido paga, e que só naquele momento iriam abrir ocorrência para averiguação do caso e eventual estorno do valor pago. Mas até hoje (carta do dia 20/5) não recebi mais nenhum retorno da empresa. VALTÂNIA de OLIVEIRA PAIZINHOCotia/SPA AES Eletropaulo responde: "O valor ref. a juros e multa será devolvido em forma de crédito na fatura a vencer em junho." (N.daE.: e sem correção...)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.